0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Por: Wagner Mendonça, CEO da WM Sistemas.

Varejo

Com um consumidor cada vez mais informado, conectado, e, por consequência, mais exigente, as empresas tem se reinventado e investindo em recursos e inovações tecnológicas, que, além de ajudar a atrair o maior número de consumidores e vencer em um mercado tão competitivo, tornam os negócios mais dinâmicos e atraentes.

Quando uma organização opta por não adotar soluções tecnológicas, certamente aceita ficar atrás na competição do mercado.

O setor de varejo no Brasil, que sofreu dificuldades por conta da crise econômica e política, vem crescendo em números e também vem adotando inovações tecnológicas, com o objetivo de aumentar ainda mais seu crescimento. Para 2018, algumas inovações tomaram conta de empresas do varejo e tendem a potencializar os resultados do setor com uma experiência flexível de compra, assistentes digitais, pagamento facilitado e varejo híbrido.

No que diz respeito ao fator flexibilidade, hoje em dia, muitos empreendimentos do varejo optam por manter seus estabelecimentos físicos, mas também oferecem a possibilidade de o cliente comprar na loja de modo online, através de sites ou aplicativos. Esse tipo de estratégia consegue atrair o consumidor que não tem fácil acesso à loja física, mas que não quer abrir mão de comprar da marca.

Além disso, uma tendência entre os negócios varejistas no Brasil são os assistentes digitais, ou bots. Nesse caso, os chamados chatbots vêm potencializando a experiência do consumidor nos estabelecimentos físicos, oferecendo ao cliente a opção de solucionar uma dúvida de forma rápida e eficiente. Esses assistentes digitais estão presentes em uma compra por mensagem de texto, em um atendimento personalizado, em um suporte nas estratégias de marketing e, até mesmo, como ferramenta de gestão.

Neste ponto, entra a importância de um negócio varejista aplicar um sistema de gestão em sua rotina. Com um mercado extremamente competitivo, é preciso otimizar tempo, reduzir custos e aumentar a produtividade, o que pode, facilmente, ser alcançado com um ERP que irá promover à empresa uma automação comercial mais eficaz, maior controle do estoque, um planejamento mais eficiente e facilidade na implementação de estratégias de promoção. Uma saída tomada por empresas que não querem investir em um ERP local é a adoção por soluções na nuvem, que também confere seus benefícios, mas funciona de forma online, mobile, e possui um menor custo.

Da mesma forma, o pagamento facilitado vem sendo opção de inovação em muitos empreendimentos, assim como o varejo híbrido. Com um pagamento fácil e rápido, sem enfrentar filas, e com uma alta gama de opções de produtos, o consumidor não precisa optar por outro estabelecimento para completar as compras que deseja.

Com as inúmeras vantagens oferecidas pelas inovações tecnológicas, o varejo tem crescido em números e melhorado sua relação com o consumidor, cumprindo e atendendo às demandas dos consumidores, assim como suas necessidades.

Por Wagner Mendonça, CEO da WM Sistemas– Uma das principais provedoras de software de gestão empresarial integrado e consultoria para micro, pequenas e médias empresas do país. Com mais de 20 anos de experiência em TI, a WM Sistemas oferece soluções para os setores de Manufatura, Serviços, Varejo, Agronegócio e Food, além de Certificado Digital, ferramentas que otimizam a entrega das obrigações fiscais e soluções cloud.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×
About Daniela Quintana

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *